Segredos da Dieta Mediterrânea


Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
A dieta mediterrânea ganhou popularidade após estudos científicos comprovarem sua eficácia na redução de riscos de problemas cardíacos, diabetes, câncer e mal de Alzheimer, além de contribuição para a perda de peso.
A dieta se baseia nos hábitos alimentares da população da região do Mar Mediterrâneo.
O principal componente da dieta é o consumo do azeite como fonte de gordura. Por ser rico em ácidos graxos monoinsaturados, contribui para o aumento do colesterol bom (HDL) e redução do colesterol ruim (LDL).
Mesmo com todos estes benefícios, não se esqueça: antes de iniciar qualquer dieta, consulte sempre o seu nutricionista!
O cardápio mediterrâneo se caracteriza pela riqueza do consumo de frutas, hortaliças (verduras e legumes), cereais, leguminosas (grão-de-bico, lentilha), oleaginosas (amêndoas, azeitonas, nozes), peixes, leite e derivados (iogurte, queijos), vinho, azeite de oliva e uma enorme variedade de ervas de cheiro, que dão cor e sabor especiais a esta culinária.
Além disso, é caracterizado por um baixo consumo de carnes vermelhas, gorduras de origem animal, produtos industrializados e doces, alimentos ricos em gordura e açúcar.
 
Cristiane Scavone
Nutricionista
Comentários